domingo, 13 de fevereiro de 2011

A vida é fruto da decisão de cada momento.



Existe uma mensagem que diz exatamente como devemos agir em certos momentos. 


É hora de amolar o machado.



Para quem ainda não conhece, ei-lo aqui:

Conta-se que um jovem lenhador ficara impressionado com a eficácia e rapidez com que um velho e experiente lenhador da região onde morava, cortava e empilhava madeiras das árvores que cortava.

O jovem o admirava, e o seu desejo permanente era de, um dia, tornar-se tão bom, senão melhor, que aquele homem, no ofício de cortar madeira.

Certo dia, o rapaz resolveu procurar o velho lenhador, no propósito de aprender com quem mais sabia.

Enfim ele poderia tornar-se o melhor lenhador que aquela cidade já tinha ouvido falar.

Passados apenas alguns dias daquele aprendizado, o jovem resolvera que já sabia tudo, e que aquele senhor não era tão bom assim quanto falavam.

Impetuoso, afrontou o velho lenhador, desafiando-o para uma disputa: em um dia de trabalho, quem cortaria mais árvores.

O experiente lenhador aceitou, sabendo que seria uma oportunidade para dar uma lição ao jovem arrogante.

Lá se foram os dois decidir quem seria o melhor.

De um lado, o jovem, forte, robusto e incansável, mantinha-se firme, cortando as suas árvores sem parar.

Do outro, o velho lenhador, desenvolvendo o seu trabalho, silencioso, tranqüilo, também firme e sem demonstrar nenhum cansaço.

Num dado momento, o jovem olhou para trás a fim de ver como estava o velho lenhador, e qual não foi a sua surpresa, ao vê-lo sentado.

O jovem sorriu e pensou: Além de velho e cansado, está ficando tolo. Por acaso não sabe ele que estamos numa disputa?

Assim, ele prosseguiu cortando lenha sem parar, sem descansar um minuto.

Ao final do tempo estabelecido, encontraram-se os dois, e os representantes da comissão julgadora foram efetuar a contagem e medição.

Para a admiração de todos, foi constatado que o velho havia cortado quase duas vezes mais árvores que o jovem desafiante.

Este, espantado e irritado, ao mesmo tempo, indagou-lhe qual o segredo para cortar tantas árvores, se, uma ou duas vezes que parara para olhar, o vira sentado e tranqüilo.

Ele, ao contrário, não havia parado ou descansado nenhuma vez.

O velho, sabiamente, lhe respondeu:

Todas as vezes que você me via sentado, eu não estava simplesmente parado, descansando. Eu estava amolando o meu machado!


Existe um tempo para cada coisa.

Agora, é tempo de não desanimar, é olhar para frente e não se deixar abater com as novas notícias da 

suspensão dos concursos, 


é tempo de descansar na hora certa para revigorar as forças, 


é tempo de olhar para trás e ver tudo que já fez até o momento e seguir em frente, 


é saber que se desistir agora, irá colocar tudo o que aprendeu por água abaixo, pois, nós concursandos,


 sabemos que se pararmos de estudar, iremos para o final da fila, portanto, tenha consciência que: 


 EXISTE UM TEMPO PARA CADA COISA, essa fase vai passar e se você continuar estudando você também


 vai passar no seu tão sonhado concurso que almeja!!!!


PRA CIMA DELES...ATÉ CHEGAR!!!


Existe um tempo pra cada coisa.
Tempo pra plantar, tempo pra colher
Tempo pra ganhar, tempo pra perder,
Tempo pra nascer, tempo pra morrer.
Tempo pra chegar, tempo pra partir,
Tempo pra apartar, tempo pra unir,
Tempo pra chorar, tempo pra sorrir.
Tempo pra cantar, tempo pra calar,
Tempo pra cair e pra recomeçar,
Hoje é o tempo, é tempo de amar!
Tempo pra cantar, tempo pra calar,
Tempo pra cair e pra recomeçar,
Hoje é o tempo, é tempo de amar!

video


terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Uma coisa que me tira do sério:

"BUR GUE" QUE TODA VEZ QUE ME PERGUNTAM PARA QUE CONCURSO ESTOU ESTUDANDO  E  EU RESPONDO: "POLÍCIA FEDERAL" , AS PESSOAS SOLTAM AQUELA RISADINHA BAIXINHA E DISFARÇADA?

"BUR GUÊ"?????

SERÁ QUE É POR CAUSA DO TAMANHO?

AH, QUE SE DANE!! Tamanho nunca foi referência de competência e coragem, RUM!!!
PRA CIMA DELES...ATÉ CHEGAR!!